. 10 canais de venda para você não perder nenhum negócio – MG Contécnica skip to Main Content
10 Canais De Venda Para Você Não Perder Nenhum Negócio

10 canais de venda para você não perder nenhum negócio

Para levar um produto ou serviço ao público é preciso ter bons canais de venda. Existem diversas opções, online e offline, para trazer resultados e desenvolver seu negócio.

A escolha dos canais certos pode ser um grande desafio. E, ainda, assegurar uma boa gestão será crucial para ter sucesso.

Neste conteúdo, você conhecerá 10 principais canais de venda para desenvolver sua estratégia e direcionar suas ações de venda. Vamos lá?

Os canais online

E-commerce: se você ainda não tem seu comércio na web, é indispensável investir nesse canal de venda. No Brasil, o e-commerce deve crescer 16% neste ano, com volume de vendas estado em R$79, 9 bilhões. Dessa forma, você pode expor seus produtos e serviços em um site em que o consumidor visite e realize compras diretamente.

E-mail Marketing: quando você já tem uma base de leads de seus clientes, você consegue segmentá-lo e, assim, produzir a mensagem adequada para cada comprador. Além disso, através do e-mail marketing, você também pode informar detalhes, vantagens e novidades de seus produtos e serviços.

Google Adwords: a ferramenta permite que você patrocine links de publicidade no Google. Assim, o seu produto ou serviço pode aparecer no topo da lista de resultados das pesquisas. Esse canal é muito utilizado pelo cliente que já tem intenção de compra e está pesquisando qual empresa é melhor para suas necessidades.

Marketplace: é uma plataforma que funciona como um catálogo, no qual os anunciantes cadastram a oferta dos seus produtos e serviços. Caso realize uma venda, alguns sites cobram uma comissão, conforme for o pacote de serviços contratado. Dessa forma, você consegue escalar vendas e passar confiança aos consumidores, uma vez que seu produto vai ficar visível no mercado digital.

Afiliados: você pode anunciar seu produto e serviço em sites, blogs e redes sociais de terceiros. Essas pessoas atuam como verdadeiros vendedores online, pois distribuem links de venda de diversos produtos, fazendo publicidade para sua marca. Assim, vocês podem trocar a divulgação por comissões de vendas, permutas etc.

Redes Sociais: O Facebook e o Instagram já adaptaram suas plataformas para oferecerem opções de venda. Ou seja, você pode comercializar seu produto e serviço pela própria página e também pelo marketplace. No Instagram você cria uma conta corporativa e pode inserir o preço nas fotos de divulgação, direcionando o cliente para a página de compra.

Os canais offline

Loja própria: a loja física intensifica a experiência de compra, possibilita que o consumidor conheça e compre seu produto. Além disso, você tem maior liberdade para fazer promoções e engajar seu clientes. Pode trazer bons resultados no médio e longo prazo. O investimento é alto, por isso, aposte em um boa localização, atendimento de qualidade e design de ambiente.

Franquia: para as empresas que já estão estabelecidas no mercado a franquia pode ser uma excelente forma de expansão. Dessa forma, você permite que um franqueado abra um unidade do seu negócio e venda seu produto e serviço em outras regiões, ampliando sua marca. Assim, você cede direitos de utilização da sua marca, fornece conhecimento operacional, sistemas de gestão, produtos e serviços e em troca recebe como pagamento uma taxa de franquia e os royalties.

Distribuidores: através desse canal é possível ver o distribuidor como um intermediador entre sua empresa e o consumidor. Essa é uma ótima opção para escalar as vendas, pois o distribuidor revende seus produtos diretamente para clientes finais, realizando todo o processo e sendo comissionado por isso.

Telemarketing: para utilizar esse canal será preciso uma abordagem menos invasiva e com poder de convencimento. Antes de aplicá-lo você deve conhecer bem seu público e aceitação dele em relação a esse canal de venda. Comece com televendas passivo, dando uma opção a mais ao consumidor.

Ainda está com dúvidas e precisa do suporte de um escritório de contabilidadeFale com um consultor contábil.

Back To Top